Vale dos Vinhedos comemora um 2017 de recordes

Em plena época de colheita da uva, momento de muita alegria para vinicultores, viticultores, comunidade e visitantes, o Vale dos Vinhedos contabiliza mais um recorde no número de turistas recebidos. Em 2017 a rota de enoturismo superou a marca de 2016, atingindo o número de 415.957 visitantes. Em 2016 o Vale dos Vinhedos recebeu 410 mil visitantes, o que representa um aumento de 2%. Os dados contabilizados pela Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos – Aprovale superam as projeções realizadas ao longo do ano pela entidade, que esperava alcançar a marca de 400 mil visitantes.

A medição de fluxo turístico é realizada em pontos estratégicos do Vale dos Vinhedos: empreendimentos abertos a visitação turística – vinícolas e agroindústrias, e no Centro de Atendimento ao Turista do Vale dos Vinhedos, que além de contabilizar o número de pessoas, traça o perfil do visitante que passeia pela região.

Segundo os dados coletados, o perfil se mantém conforme os anos anteriores:  a maioria casais ou famílias, provenientes na maior parte de cidades do Rio Grande do Sul, seguido de cidades dos estados de São Paulo, Santa Catarina, Rio de Janeiro e Paraná. Em relação aos visitantes estrangeiros, assumem a lista os argentinos e uruguaios. A maioria continua utilizando a região como local de passagem, ou seja, permanecem apenas um dia visitando o Vale dos Vinhedos e atrativos de Bento Gonçalves e se hospedam em outras cidades, como Gramado e Canela. Mesmo assim ocorreu aumento no número de pessoas que permanecem mais de um dia na região em relação ao ano de 2016. A utilização de imóveis alugados como opção de hospedagem foi outro destaque da pesquisa.

Os meses de inverno (junho, julho e agosto) continuam sendo os mais movimentados do ano. Somente neste período o Vale dos Vinhedos recebeu aproximadamente 137 mil visitantes. Em seguida vem o período de Vindima, que recebeu cerca de 80 mil visitantes. Mas o mês de dezembro foi o grande responsável pela superação da marca esperada:  foram 10 mil visitantes a mais do que 2016, principalmente acumulados no período de festas, em que o roteiro ofereceu diversas opções de pacotes diferenciados em hotéis e pousadas, e já se preparava para a colheita da uva com atrações diferenciadas nas vinícolas.

Segundo Márcio Brandelli, presidente da Aprovale, as dificuldades do mercado foram superadas com o enoturismo: “Mais um ano o Vale vem superando as dificuldades do mercado, e foi o turismo local que deu resultados positivos para todos os empreendedores. É necessário que continuemos com este foco do bem receber e investindo em infraestrutura para o turismo local se fortalecer cada vez mais.”.

2017 foi marcado por grandes projetos em infraestrutura no Vale dos Vinhedos, o que contribuiu para a qualificação do turismo local. Mediante a mobilização da Aprovale, poder público e entidades locais, a recuperação da RS 444 – Estrada do Vinho pelo DAER com apoio da Secretaria dos Transportes do Estado do Rio Grande do Sul foi uma das grandes conquistas.  A renovação da sinalização turística padrão Vale dos Vinhedos com patrocínio da rede de cartões ELO e a instalação de mapas turísticos em empreendimentos da rota com patrocínio Sicredi, foram alguns dos projetos captados pela Aprovale que completaram a infraestrutura local.

Os esforços continuam em 2018 na defesa de inúmeros projetos, dentre eles a Ciclovia Vale dos Vinhedos, a Zona Franca Vale dos Vinhedos para Vinhos Brasileiros, a padronização da sinalização turística com colocação de novas placas, o pórtico de acesso ao roteiro, dentre outros.

Compartilhe